CCDRC apela a aproveitamento de reforço de verbas da reprogramação do Portugal 2020

17/04/2019

A presidente da CCDRC - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, pediu ontem que sejam apresentadas candidaturas que permitam aproveitar as verbas da reprogramação do Portugal 2020 na Educação, na Cultura, na Saúde e no Emprego Científico.

No final de uma reunião do Conselho Regional da CCDRC, realizada em Viseu, Ana Abrunhosa, gestora do Programa CENTRO 2020 lembrou que, fruto da reprogramação do Portugal 2020, houve reforço de verbas para várias áreas.

"Este Conselho Regional visou alertar os agentes de que não basta haver dinheiro, é preciso aplicá-lo", frisou a responsável da CCDRC, acrescentando que "agora é preciso submeter as candidaturas, aprová-las e executá-las".

O Conselho Regional é o órgão consultivo da CCDRC, constituído por câmaras municipais, juntas de freguesia, entidades da comissão permanente de concertação social do Conselho Económico e Social, instituições de ensino superior, entidades regionais de turismo, organizações não-governamentais do ambiente, associações de desenvolvimento regional e local, associações cívicas e individualidades de mérito reconhecido.

A reunião contou com a presença do ministro do Planeamento, Nelson de Souza, segundo o qual "os fundos comunitários estão a servir os seus propósitos e os seus objetivos". Apesar de satisfeito com os resultados, Nelson de Souza disse estar convicto de que se pode sempre "fazer mais e melhor".

"Como é que se melhora? É executando os projetos que estão aprovados e tirando proveito deles no sentido de garantir os objetivos dos investimentos realizados", frisou.

Na opinião do governante, não chega apenas executar os investimentos, há que, por exemplo, "formar as pessoas e levá-las a produzir mais e melhor para que se crie e acrescente riqueza ao país".

 

 

Fonte: Lusa/CCDRC