Comissão Europeia apoia ações de informação sobre Política de Coesão

13/09/2017

 

A Comissão Europeia, através da Direção Geral da Política Regional, lança um convite à apresentação de candidaturas para a produção de conteúdos jornalísticos e informativos sobre a Política de Coesão da União Europeia.

A data limite para a apresentação de propostas é 16 de outubro.

 

Os objetivos específicos do convite à apresentação de candidaturas são os seguintes:

  • Promover e incentivar uma melhor compreensão do papel da Política de Coesão no apoio a todas as regiões da UE;
  • Aumentar a sensibilização para os projetos financiados pela UE, através da Política de Coesão em particular, e para o seu impacto na vida das pessoas;
  • Divulgar informações e incentivar a criação de um diálogo aberto sobre a Política de Coesão, os seus resultados, a sua função de alcançar as prioridades políticas da UE e o seu futuro;
  • Incentivar a participação cívica nos assuntos relacionados com a Política de Coesão e promover a participação dos cidadãos para definir as prioridades para o futuro desta política.

As candidaturas devem ilustrar e avaliar o papel da Política de Coesão na concretização das prioridades políticas da Comissão Europeia e na resposta a desafios atuais e futuros que se colocam à UE, aos Estados-Membros, às suas regiões e a nível local.

Mais especificamente, devem estar relacionadas com a contribuição da Política de Coesão para:

  • Promover o emprego, o crescimento e o investimento a nível regional e nacional, e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos;
  • Contribuir para a concretização das principais prioridades da UE e dos Estados-Membros, que incluem, além da criação de emprego e de crescimento, a luta contra as alterações climáticas, a proteção do ambiente, a melhoria da investigação e da inovação, entre outros;
  • Reforçar a coesão económica, social e territorial na UE, reduzindo simultaneamente as disparidades que existem nos países e regiões da UE e entre os Estados-Membros e as regiões;
  • Ajudar as regiões a beneficiar da globalização, aproveitando a sua especificidade no quadro da economia mundial;
  • Reforçar o projeto europeu, na medida em que a Política de Coesão está diretamente ao serviço dos cidadãos da UE.

Os candidatos elegíveis (candidatos principais e co-candidatos, bem como, se for caso disso, as entidades afiliadas) devem ser pessoas coletivas estabelecidas e registadas num Estado-Membro da UE.

Exemplos de candidatos elegíveis:

  • Organizações/agências noticiosas, meios de comunicação social (televisão, rádio, imprensa escrita, meios de comunicação social em linha, novos meios de comunicação social, e meios de comunicação social mistos);
  • Organizações sem fins lucrativos;
  • Universidades e instituições de ensino;
  • Centros de investigação e grupos de reflexão;
  • Autoridades públicas (nacionais, regionais e locais), com exceção de autoridades de gestão.

Os formulários de candidatura, bem como informações adicionais sobre o convite à apresentação de candidaturas, podem ser consultados no Guia do Candidato.

 

 

 

Fonte: Representação da Comissão Europeia em Portugal