Concurso Europeu de Inovação Social procura ideias inovadoras para a inclusão de refugiados e migrantes

08/03/2016

Estão abertas as candidaturas até dia 8 de abril ao Concurso Europeu de Inovação Social. Promovido pela Comissão Europeia desde 2013 em memória de Diogo Vasconcelos, o certame pretende apoiar novas soluções e aumentar a notoriedade da Inovação Social na Europa.

A edição de 2016 do Concurso Europeu de Inovação Social vai colocar o seu foco na inovação social para refugiados e migrantes.

Das candidaturas recebidas, 30 semifinalistas serão selecionados para participarem numa Academia de Inovação Social, após a qual poderão ser selecionados como um dos dez finalistas. Os três vencedores receberão cada um prémio de 50,000 euros para implementar a sua ideia.

Os três vencedores da edição de 2015, cujo tema foi “Novos caminhos para o crescimento“, foram anunciados no dia 26 de novembro de 2015.

Os projetos destacaram questões sociais e ambientais que afetam muitos europeus, abordando o envelhecimento da população, inclusão e acessibilidade de forma criativa:
 

  • Apiform, que torna a apicultura possível para as pessoas em cadeiras de rodas ou com outras dificuldades de locomoção;
  • The Freebird Club, uma plataforma de viagem para pessoas com mais de 50 anos;
  • Wheeliz, que aborda a acessibilidade e a inclusão na indústria de transporte através de uma plataforma de partilha de carro.
     

Saiba mais sobre a edição de 2016, conheça as edições anteriores 2013, 2014, 2015 e acompanhe via twitter @EUSocialInnov (#diogochallenge).

Esta é uma excelente oportunidade para inovadores sociais portugueses credibilizarem as suas ideias e receberem apoio para a sua implementação.

 

 

Fonte: Portugal Inovação Social