Fundos da UE apoiam ampliação do Metro de Lisboa

09/01/2019

Foi hoje formalizado o lançamento do concurso público internacional com vista à execução dos trabalhos de expansão da rede de Metropolitano de Lisboa, nomeadamente o troço entre as estações do Rato e o Cais do Sodré.

O investimento para esta empreitada, da alçada directa do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, deverá situar-se na casa dos 210 milhões de euros, contando com o financiamento por fundos da União Europeia, através do PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, até 83 milhões de euros, dos quais cerca de 14 milhões chegarão igualmente em 2019.

Este grande projeto contará igualmente com transferências orçamentais provenientes do Fundo Ambiental, até ao montante de 127,2 milhões de euros, dos quais mais de 15,7 milhões já este ano.

Recorda-se que o Governo tinha aprovado, em Dezembro, o plano de expansão do Metro de Lisboa, com a criação de uma linha circular que ligará as estações do Rato à do Cais do Sodré, criando uma linha circular, com a construção de novas estações na Estrela e em Santos.

As obras deverão ter início no primeiro semestre de 2019 de forma a serem concluídas em 2023.

 

Fonte: LUSA/PO SEUR