Sessão de lançamento do Investimento nas Economias Locais e Emprego

14/03/2017

O Governo lança hoje, na CCDR Alentejo, novas medidas de apoio para o Investimento nas Economias Locais para a Coesão Territorial e o Emprego que vão permitir às micro e pequenas empresas do interior ter acesso a Fundos da União Europeia para investimento.

O novo SI2E – Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego permitirá, inclusivamente, a criação do próprio emprego, já que uma das prioridades assumidas é o combate ao desemprego, materializada na elegibilidade da remuneração dos postos de trabalho criados preenchidos por desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P.

 


Nesta sessão de lançamento serão apresentados: os objetivos dos novos apoios, quem pode candidatar-se, que projetos são elegíveis e como se irá desenrolar o procedimento, nomeadamente publicação de legislação aplicável e abertura de candidaturas.

Consulte aqui o PROGRAMA.


MAIS INVESTIMENTO NAS ECONOMIAS LOCAIS

O SI2E pretende, sobretudo, complementar os resultados obtidos no apoio ao investimento empresarial, com uma atenção especial a projetos empresariais localizados em territórios de baixa densidade, que estimulem o surgimento de pequenos negócios e a concretização de oportunidades de criação de valor ancoradas nos recursos e ativos endógenos.

Pela natureza dos objetivos que prossegue, o SI2E ganhará eficácia acrescida se for aplicado de forma mais ajustada e próxima dos territórios em que quer promover o investimento empresarial.

O SI2E será gerido em grande medida pelos Grupos de Ação Local (GAL), quando os incentivos resultarem de estratégias de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC), ou Comunidades Intermunicipais (CIM) e Áreas Metropolitanas (AM), quando os mesmos decorrerem da concretização dos Pactos para o Desenvolvimento e Coesão Territorial.

Não se aplicando exclusivamente aos territórios de baixa densidade, o SI2E favorece através de majorações específicas os investimentos nelas realizados e sobretudo cria condições para uma maior dinâmica empresarial ao ajustar tipologias de projetos às condições reais das micro e pequenas empresas do interior.


Veja aqui a Apresentação:

| Investimento nas Economias Locais para a Coesão Territorial e o Emprego

 

Fonte: MPI