UE planeia investir milhões de euros em tecnologias digitais após 2020

23/04/2019

O Parlamento Europeu votou a favor do financiamento dos projetos digitais entre 2021 e 2027, que englobam computação de alto desempenho, inteligência artificial, cibersegurança e competências digitais.

O Programa Europa Digital vai ter um financiamento de 9,2 mil milhões de euros e o objetivo é assegurar que todos os Europeus têm as ferramentas e as infraestruturas necessárias para responder ao largo espectro de desafios tecnológicos da vida pessoal e profissional.

Trata-se de parte de uma estratégia para continuar a desenvolver o potencial tecnológico do mercado único digital, que pode vir a acrescentar anualmente 4 milhões de postos de trabalho e 415 mil milhões de euros à economia da União Europeia (UE), aumentando simultaneamente a sua competitividade internacional.

“Durante muitos anos o setor tecnológico na Europa ficou atrás de países como os Estados Unidos ou a China. Precisamos de uma abordagem coerente em toda a União e um investimento ambicioso para assegurar uma solução para o desfasamento crónico entre a procura crescente de tecnologia de ponta e a oferta disponível na Europa”, afirma a relatora Angelika Mlinar (ALDE, Áustria).

Parte do orçamento poderá ser alocado para empoderar pequenas e médias empresas (PME) e administrações públicas para que usem tecnologias melhores e de forma mais frequente, enquanto outras partes vão cobrir estrategicamente campos importantes como os dos supercomputadores, inteligência artificial e cibersegurança.

“Podemos contar com a excelência da União Europeia no que diz respeito à pesquisa e inovação, mas os nossos negócios, especialmente as PME, continuam a considerar o acesso às tecnologias difícil e a não tirar partido das novas soluções. O Programa Europa Digital foi concebido para fazer face à fraca aceitação das tecnologias de ensaio existentes. Estamos no bom caminho para disponibilizar um dos fundos mais promissores e necessários para o futuro da Europa", concluiu a eurodeputada.


CINCO DOMÍNIOS PRIORITÁRIOS NO ÂMBITO DO PROGRAMA EUROPA DIGITAL 

  • 2,7 mil milhões de euros para supercomputação 
  • 2,5 mil milhões de euros para a inteligência artificial 
  • 2 mil milhões de euros para a cibersegurança 
  • 700 milhões de euros para competências digitais 
  • 1,3 mil milhões de euros para garantir a ampla utilização das tecnologias digitais 

 

Fonte: PE/CE