A A A

24/01/2020

Centro de Vida Independente apoia pessoas com deficiência

O CAVI - Centro de Apoio a Vida Independente proporciona um serviço de assistência pessoal às pessoas com deficiência, de modo a que elas possam ter ajuda de uma terceira pessoa nas suas atividades diárias, explicou Conceição Lourenço, sua porta-voz, durante a recente ação de informação e sensibilização do tema, nas Caldas da Rainha.
 

Este projeto-piloto é cofinanciado no âmbito do Portugal 2020 através dos FEEI – Fundos Europeus Estruturais e de Investimento.

 

A sessão contou ainda com a presença do tetraplégico Eduardo Jorge, que se tornou um dos mais emblemáticos ativistas dos direitos dos deficientes e que também aproveitou para falar sobre a sua experiência pessoal.

 

"Graças ao CAVI, eu saí de um lar de idosos, que para mim era o fim da linha, e assim voltei a ser pessoa", sublinhou, adiantando que 'nós, enquanto pessoas com deficiências beneficiamos e muito com este projeto-piloto, que tem apenas três anos".
 

Já Fernando Jorge Azevedo, que em 2007 descobriu que sofria de esclerose múltipla e que também é beneficiário do CVI, referiu que "se não fosse a ajuda do CVI, com certeza já não estava cá a falar com vocês. Este projeto deu-me uma nova vontade de viver".

 

Além de dar uma nova oportunidade, esta iniciativa também permite que as pessoas com deficiência passem a ter o controlo das suas vidas e, sobretudo, que não estejam presas em instituições.
 

O CAVI tem Delegações de norte a sul do país.

 

 

Fonte: Região Nazaré/CE/CAVI

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo