A A A

06/02/2020

Exposição fotográfica explora as realidades do trabalho na União Europeia

Como é hoje o local de trabalho europeu? Onde estamos em termos de igualdade de oportunidades? E quanto a condições de trabalho justas? Estas são questões que uma Exposição Fotográfica online da Comissão Europeia, em parceria com artistas europeus, pretende explorar.

 

Still a Working Title? Social and Employment Realities «Uma problemática que continua atual? Realidades Sociais e do Emprego» é o título da exposição fotográfica que pretende retratar os cidadãos europeus em situações da vida real e refletir sobre alguns princípios do Pilar Europeu dos Direitos Sociais.

 

Através de fotografias e vídeos, a Exposição apresenta histórias que giram em torno da igualdade de oportunidades, do mercado de trabalho, das condições de trabalho e da inclusão.

 

 

As obras, selecionadas pelo curador belga Ive Stevenheydens, são da autoria de nove artistas europeus consagrados e emergentes:

 

Petruț Călinescu (Roménia) apresenta Pride and Concrete «Orgulho e betão», um projeto consagrado às transformações recentes ocorridas nas comunidades rurais do seu país após décadas de migração motivada pela procura de emprego.

 

Boris Németh (Eslováquia) utiliza a fotografia para mostrar as faces «oriental e «ocidental» da Europa, interrogando-se se as divisões do passado foram verdadeiramente ultrapassadas.

 

Henrik Spohler (Alemanha) explora a logística na série fotográfica In Between «Em trânsito», mostrando como o mundo moderno mudou a face - e a cadência- da indústria de transportes.
 

Laura Ben Hayoun (França) utiliza o seu telefone inteligente para captar as alterações no panorama laboral ao longo dos anos e analisa, em particular, as novas formas de emprego.

 

Michele Borzoni (Itália) apresenta Open competitive examination «Concurso geral de recrutamento», parte de um projeto de documentário consagrado ao panorama laboral atual em Itália.

 

Marilou Liotet (França) descreve a vida de uma motorista de pesados, Justine, e a sua experiência de trabalho num setor dominado pelos homens.

 

Nos, Why Not? (organização sem fins lucrativos) mostra obras de fotógrafos com deficiência intelectual e de desenvolvimento que captaram em imagens as suas melhores qualidades.

 

Pilvi Takala (Finlândia) analisa as condições de trabalho e os ambientes de trabalho saudáveis no intrigante documentário The Stroker «Carícias» no qual surge infiltrada numa empresa local.

 

Mar Cuervo (Espanha) coloca as mulheres no centro das atenções na coletânea fotográfica Sereas, que analisa o papel central que as mulheres desempenham numa cidade piscatória em Espanha.
 

A exposição está patente no Europeana Collections, um sítio Web que proporciona acesso a mais de 50 milhões de artigos digitalizados, incluindo livros, obras musicais e obras de arte.

 

O sítio Web dedica-se à partilha do património cultural para fins de lazer, educação e investigação.
 
 


Fonte: Eures 
 

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo