A A A

13/01/2020

Fundos da UE ajudam a reflorestar área ardida no Funchal

A Câmara Municipal do Funchal conta concluir até ao final deste ano a reflorestação de uma área de 407 hectares do Parque Ecológico que foi atingida pelos incêndios do Verão de 2016, com apoio do PRODERAM 2020 – Programa de Desenvolvimento Rural da R.A. Madeira.

 

Esta recuperação é possível graças a um investimento de 1,4 milhões de euros, num projeto aprovado no âmbito do PRODERAM e que é apoiado em 85% com verbas da União Europeia.

 

O presidente e a vice-presidente da autarquia visitaram, esta semana, os trabalhos em curso, que vão envolver a plantação de 288 mil árvores, e constatou que “os trabalhos decorrem a bom ritmo desde o ano passado”. “Se tudo decorrer de acordo com o planeado, teremos esta extensa área do Parque reflorestada até ao final de 2020”, previu.

 

O trabalho de limpeza dos terrenos e da madeira ardida abrangeu uma área de cerca de 100 hectares, a par da intervenção efetuada no controlo de espécies invasoras, numa área de 250 hectares.

 

Finalmente, já foram plantadas até agora cerca de 70 mil árvores adequadas ao espaço, um trabalho essencial na reabilitação das áreas ardidas e na fixação do solo.

 

Esta é a última de um conjunto de intervenções que tiveram lugar no concelho ao nível da segurança das populações e da sustentabilidade após os incêndios de 2016.

 

A recuperação de 13 quilómetros de caminhos pedestres no Parque Ecológico e a consolidação de escarpas afetadas foram outras ações levada a cabo.

 

 

Fonte: DN/Proderam

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo