A A A

26/12/2019

IFRRU2020 atinge os 160 projetos contratualizados

O IFRRU2020 - Instrumento Financeiro de Reabilitação e Revitalização Urbanas já alcançou a fasquia de 160 projetos contratualizados para obras de reabilitação integral de edifícios.

 

O IFRRU2020 atingiu assim os 487 milhões de euros de investimento correspondendo a 160 projetos contratualizados para a reabilitação integral de edifícios e melhoria do seu desempenho energético.
 

Após a reabilitação, 70 destes edifícios terão uso habitacional, 86 serão destinados a atividades económicas e os restantes oito destinam-se a equipamentos de utilização coletiva e na área social.

 

É de salientar que a maioria dos projetos, ou seja, 125, são promovidos por empresas e os restantes 39 são promovidos por particulares, mas também por IPSS e Câmaras Municipais.
 

Este investimento vai permitir reabilitar 770 habitações, fixar 995 novos residentes e, ao mesmo, obter uma redução anual do consumo energético.
 

De acordo com o IFRRU2020, estima-se que, após as obras, seja possível obter uma redução comparável ao consumo de três anos de um grande hospital público, promovendo assim uma reabilitação urbana sustentável.
 

Os projetos em execução localizam-se nas Áreas de Reabilitação Urbana, delineadas pelos respetivos Municípios, garantindo-se, assim, o seu alinhamento com a política urbana local, sendo já 57 os Municípios das várias regiões do país com financiamentos IFRRU2020.
 

A Região Norte é, claramente, a que congrega o maior número de operações contratadas, num total de 54, com destaque a cidade do Porto que conta com 23 até ao momento.

 

A Região de Lisboa é a segunda em termos de operações contratadas: 33 no total, 23 das quais concentram-se na cidade de Lisboa.

 

A Região Centro é a terceira em termos de investimento com 19 operações, com Coimbra e Aveiro a concentrar o maior número de edifícios reabilitados através deste programa.
 

Da lista fazem parte a Região Centro, com seis operações em curso, oito na Região Autónoma da Madeira, quatro no Algarve e uma operação nos Açores.
 

Já no que diz respeito ao montante de investimento é na Região de Lisboa que se encontram os projetos de maior valor. No total 165,1 milhões de euros, dos quais 134,9 se concentram na capital.

 

A Região Norte assegura 160,9 milhões de euros no financiamento ao abrigo do IFRRU2020 com Vila Nova de Gaia e o Porto a registar investimento na ordem dos 68,1 milhões e 61,7 milhões, respetivamente.

 

Em terceiro lugar, encontra-se a Madeira que, embora tenha apenas oito operações contratualizadas, regista um montante de 26,2 milhões, ultrapassando a Região Centro que apesar de registar já 19 pedidos de financiamento são de menor valor.
 

O IFRRU2020 é um instrumento financeiro, no âmbito do Portugal 2020, sendo o maior programa de incentivo à reabilitação urbana lançado em Portugal e tem uma capacidade de financiamento de 1.400 milhões de euros, proporcionando as melhores condições para todos os que pretendam investir na reabilitação do edificado urbano.
 

 

Fonte: IFRRU2020
 

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo