A A A

18/07/2019

Inaugurado Intercetor do Rio Tinto, um projeto do PO SEUR

O intercetor de rio Tinto, uma obra financiada em mais de nove milhões de euros, que permitiu despoluir o caudal de água que une Gondomar e o Porto, foi ontem inaugurado e vai beneficiar mais de 140 mil habitantes.

 

A empreitada, cofinanciada pelo PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, com 7.868.946,74 euros de Fundo de Coesão, arrancou em maio de 2017 e foi ontem oficialmente inaugurada pelo Ministro do Ambiente e Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes.

 

O intercetor de rio Tinto permitiu reabilitar o emissário existente numa extensão de 1.950 metros e construir um exutor com 4.100 metros que liga as estações de tratamento das águas residuais (ETAR) do Meiral, em Gondomar, e do Freixo, no Porto, que no total servem mais de 140 mil habitantes. 

 

A obra permitiu ainda a construção de 6,5 quilómetros de passadiço para ligar o Parque Oriental, em Campanhã, ao novo Parque Urbano de Rio Tinto.

 

Além do passadiço e da reabilitação do rio, quer ao nível hidráulico quer de vegetação em redor, a obra inclui pequenas zonas de fruição como a praça na zona do Pêgo Negro, no Freixo, e o melhoramento de acessos às habitações. 

 

No dia 19 de maio de 2017, aquando da colocação da "primeira pedra" da obra do intercetor, o presidente da Câmara Municipal de Gondomar, Marco Martins, afirmava que esta empreitada vinha solucionar um "problema com mais de 30 anos".

 

 

Fonte: PO SEUR

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo