A A A

24/09/2020

Mais Estados-Membros aderem à reserva de equipamento médico 'rescEU'

A Dinamarca, a Grécia, a Hungria e a Suécia juntaram-se hoje à Alemanha e à Roménia como Estados de acolhimento da reserva de equipamento médico, no âmbito da iniciativa rescEU.

 

São agora seis os Estados-Membros da UE que, com o apoio financeiro da Comissão Europeia, estão a criar reservas europeias comuns de equipamento de proteção essencial e outros equipamentos médicos vitais, que podem ser distribuídos por toda a Europa em períodos de emergência médica, por exemplo quando os sistemas nacionais de saúde estão sobrecarregados devido ao número de pacientes infetados com coronavírus.

 

As reservas de equipamento médico de elevada qualidade incluem agora máscaras de proteção FFP2 e FFP3, batas de proteção, luvas e ventiladores.

 

«Com a aproximação do inverno e o aumento do número de infeções por coronavírus em toda a Europa, é fundamental criar reservas de equipamento médico essencial. Graças a estes novos Estados de acolhimento, a rescEU atinge um patamar superior. Trabalhando em conjunto, seremos muito mais fortes na luta contra a pandemia», afirmou o comissário responsável pela Gestão de Crises, Janez Lenarčič.

 

A RESERVA DE EQUIPAMENTO MÉDICO resEU

 

A capacidade rescEU pode incluir diferentes tipos de equipamento médico, tais como máscaras de proteção ou ventiladores médicos utilizados nos cuidados intensivos, e é constantemente reabastecida.

 

A reserva é acolhida por diversos Estados-Membros, que assumem a responsabilidade pela aquisição do equipamento. A Comissão Europeia financia 100% dos ativos, incluindo o armazenamento e o transporte.

 

O Centro de Coordenação de Resposta de Emergência é, depois, responsável por gerir a distribuição do equipamento, a fim de assegurar que este vai para onde é mais preciso, com base nas necessidades expressas pelos países que solicitam a assistência da UE ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia.

 

Para mais informações:

 

| Iniciativa «rescEU»
 

| Mecanismo de Proteção Civil da UE

 

 

Fonte: CE Portugal

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo