A A A

07/07/2020

PO SEUR aprova candidatura para ‘Adaptação às Alterações Climáticas da Beira Baixa’

A CIMBB - Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, viu aprovada a sua candidatura “Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas da Beira Baixa” (PIAAC-BB) ao PO SEUR - Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

 

O PIAAC-BB constitui um instrumento fundamental para a captação de investimentos no próximo quadro de fundos da União Europeia assim como vai permitir compreender, de um modo mais aprofundado, a dinâmica das alterações climáticas na Beira Baixa.

 

Com impacto direto no território, este projeto prevê, para os próximos dois anos, o desenvolvimento dos seguintes objetivos:

 

  • Melhorar o conhecimento do fenómeno “alterações climáticas” a nível local e regional (Beira Baixa)
     
  • Identificar as ações necessárias para a adaptação às alterações climáticas das populações e entidades
     
  • Promover a integração da adaptação às alterações climáticas no planeamento intermunicipal e municipal
     
  • Aumentar a capacidade de resposta e resiliência da CIMBB e municípios aos impactos das alterações climáticas
     
  • Criar uma cultura de cooperação na adaptação transversal aos vários setores e atores, reforçando a resiliência territorial

 

O PIAAC-BB será elaborado com base nos instrumentos de referência para a adaptação às alterações climáticas a nível nacional. 

 

Neste âmbito, foi concedida à CIMBB uma comparticipação financeira de, aproximadamente, 100 mil euros (correspondente a uma taxa de cofinanciamento de 75%) do Fundo de Coesão ao investimento para adaptação às alterações climáticas na região da Beira Baixa.

 

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa é constituída pelos municípios de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão.

 

 

Fonte: BeiraNews/POSEUR

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo