A A A

06/08/2020

Projeto 'SANUS' garante segurança e controlo nos acessos aos espaços públicos

O projeto SANUS, cofinanciado pelo COMPETE 2020, pretende inovar na forma como se gere os acessos aos espaços públicos, no contexto atual de pandemia, com regras de higiene e distanciamento social para que se garanta a segurança, saúde e bem-estar de todos os cidadãos.

 

É uma solução hardware/software automática e modular para espaços públicos indoor/outdoor, onde a afluência de pessoas é elevada, com o objetivo de auxiliar a gestão de multidões e a prevenção do contágio da COVID-19 nestes espaços e apoiando assim a recuperação económica dos sectores afetados.

 

O projeto foi cofinanciado pelo Programa Operacional COMPETE 2020, no âmbito do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento, envolvendo um investimento elegível de 212 mil euros o que resultou num incentivo FEDER de cerca de 170 mil euros.

 

PROJETO SANUS

 

O projeto SANUS visa desenvolver uma solução modular de apoio à gestão, segurança e controlo sanitário nos acessos por parte de pessoas a espaços públicos (indoor/outdoor), evitando que se formem filas na entrada desses espaços e sem que haja a necessidade de um segurança a controlar esses acessos ou a lotação desses locais.

 

Para o efeito, a solução irá apresentar um conjunto de ferramentas que conduzirão o cidadão a realizar um conjunto de procedimentos, devidamente contextualizados através de uma componente de sinalização  – em conformidade com as recomendações da DGS – para poder ser admitido a aceder ao espaço público em questão.

 

A solução terá uma componente de software, que irá orquestrar um conjunto de serviços que poderão ser acedidos através de uma APP ou do quiosque que estará posicionado na entrada do espaço público e potenciar a comunicação com um conjunto de sistemas ciber-físicos (câmaras, sensores, etc.).

 

Este projeto é uma solução TIC que permitirá disseminar as boas práticas recomendadas pelas autoridades de saúde e disponibilizar ferramentas que atuarão em conformidade com as normas em vigor para prevenção de contágio (quer pela desinfeção de mãos, deteção de uso de máscara, deteção de temperatura, controlo do número de pessoas em espaços limitados e de cumprimento do distanciamento físico).

 

Por outro lado, tratando-se de uma solução digital e interoperável, a disponibilizar em espaços públicos chave, poderá ser um veículo de comunicação, entre as autoridades locais e/ou governamentais e as pessoas (DGS, Proteção Civil, SNS).

 

Pretende-se ainda que esta solução ofereça às pessoas a utilização de aplicações móveis e a criação de dispositivos de fácil utilização para que possam, de forma informada, aceder aos espaços públicos e respeitar de forma rigorosa as orientações das autoridades de saúde.

 

Em suma, o projeto irá contribuir para responder a uma necessidade emergente que afeta e ameaça a população mundial, para um desconfinamento mais seguro e informado, de modo a reduzir os receios que a população tem em aceder a espaços públicos.

 

O projeto conta já com uma implementação piloto nacional, e tem planeado para breve novos pilotos nacionais.

 

 

Fonte: Compete2020

 

 

 

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo