A A A

08/04/2020

Robô de impressão 3D já funciona em Portugal

O INEGI, instalou aquele que afirma ser o primeiro robô em Portugal para a impressão em metal 3D, no âmbito do projeto Add.Additive, cofinanciado pelo Programa Operacional COMPETE 2020.

 

O robô instalado pelo Instituto de Ciências e Inovação em Engenharia Mecânica e Industrial, utiliza uma tecnologia chamada Deposição Direta de Energia (DDE), que tem aplicações em vários setores, tais como o setor aeroespacial, saúde, eletrónica, transportes e defesa e segurança.

 

Os dados em tempo real sobre a temperatura e poeiras metálicas produzidas durante a impressão, serão recolhidos num laboratório como vista a ajudar a otimizar o processo de produção industrial.

 

A tecnologia poderá reduzir os custos até 30%, enquanto os tempos de desenvolvimento e produção poderão ser reduzidos até 50%.

 

O INEGI também está a procurar métodos para melhorar o acabamento da superfície da impressão 3D, que é uma das principais desvantagens da tecnologia DDE.

 

A tecnologia está a ser desenvolvida como parte do projeto Add.Additive, que espera desenvolver novos materiais metálicos, cerâmicos e similares ao cimento, bem como polímeros, para o setor industrial.

 

Também investigará novas metodologias e sistemas digitais.

 

Espera-se que o projeto Add.Additive seja desenvolvido até ao fim de 2020 e recebeu 5,7 milhões de euros de cofinanciamento do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do COMPETE 2020.

 

Assista aqui à Galeria de VÍDEOS Add.Additive.

 

 

Fonte: CE/Add.Additive

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo