A A A

06/02/2020

União Europeia investe 75 milhões na Economia Azul

A Comissão Europeia e o Fundo Europeu de Investimento juntaram-se para lançar um fundo inteiramente dedicado à ‘Economia Azul’.

 

O Fundo BlueInvest irá distribuir 75 milhões de euros por projetos cujas atividades económicas estejam relacionadas com os oceanos, mares e zonas costeiras.

 

Podem candidatar-se empresas especializadas em bens ou serviços, que contribuam para a economia marítima, quer operem no mar ou em terra.

 

Energias renováveis, sustentabilidade de produtos do mar, biotecnologia azul e sistemas informáticos marítimos são algumas das categorias que o fundo apoiará.

 

Segundo a Comissão Europeia, o montante disponível (proveniente de capitais próprios) dirige-se a empresas emergentes, em fase de arranque ou PME.

 

O Fundo BlueInvest será gerido pelo Fundo Europeu de Investimento e financiará fundos de investimento subjacentes, informa a Comissão Europeia. De acordo com o mesmo organismo, a ‘Economia Azul’ pode desempenhar um papel importante na transição para a neutralidade de carbono até 2050.

 

O fundo surge na companhia da plataforma BlueInvest, que pretende facilitar o acesso das empresas ao financiamento.

 

Através do FEAMP - Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas, a Comissão financia igualmente um regime de subvenções de 40 milhões de euros adicionais, destinado a ajudar as PME da economia azul a desenvolver e a comercializar novos produtos, tecnologias e serviços inovadores e sustentáveis.

 

"Se é verdade que os oceanos são os primeiros a ser afetados pelas alterações climáticas, não é menos verdade que também reservam muitas soluções para combater a emergência climática em todos os setores marítimos", sublinha Virginijus Sinkevičius, comissário europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas.

 

Já Alain Godard, diretor-geral do Fundo Europeu de Investimento, realça o potencial de crescimento económico que os oceanos apresentam e indica, ainda, que investimentos como este mostram a forma como os fundos públicos da União Europeia “podem ser mobilizados para atrair investimento privado e catalisar o desenvolvimento deste setor”.

 

 

Fonte: CE

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo