A A A

18/10/2019

Vencedores do Concurso de Ideias ‘Born from Knowledge’ 2019

Já foram anunciados os quatro vencedores da segunda edição da Born from Knowledge, uma iniciativa da ANI - Agência Nacional de Inovação, que distingue as melhores ideias de negócio provenientes de Instituições de Ensino Superior portuguesas.

 

A final da segunda edição do Born from Knowledge, uma iniciativa com apoio do Programa Operacional COMPETE 2020, decorreu no Instituto Politécnico da Maia, distinguindo os seguintes projetos:

 

|  Na categoria “Materiais e Tecnologias Avançadas de Produção”, Nautilus, Universidade de Évora

|  Na categoria “Recursos Naturais, Ambiente e Alterações Climáticas”, AgroGrin TECH, Universidade Católica Portuguesa

|  Na categoria “Saúde e Bem-Estar”, ProtexAging, Universidade de Coimbra

|  Na categoria “Turismo, Indústrias Culturais e Criativas”, BackBone, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril

 

Poderiam não passar de ideias, mas o espírito empreendedor daqueles que as conceberam e o apoio das instituições de ensino superior que as viram nascer, transformaram-nas nos quatro projetos inovadores com viabilidade de negócio.

 

  • Uma tenda biónica capaz de resolver problemas como a falta deste tipo de suporte para deslocados, nomeadamente refugiados, e a escassez de água que lhes devia ser destinada
  • Um projeto que resolve o desperdício alimentar e cria novos produtos naturais que poderão ser reintroduzidos no mercado agroalimentar
  • Um composto químico que poderá vir a gerar um medicamento para travar a evolução de doenças artríticas, designadamente, a osteoartrose
  • Uma plataforma online de partilha de experiências, que valoriza a conciliação entre o estudo ou trabalho e o lazer


BFK RISE - PROGRAMA DE ACELERAÇÃO TECNOLÓGICA DE TRÊS MESES


Estes foram os quatro selecionados de um total de 30 projetos a concurso, representando instituições de ensino superior (públicas e privadas) com que a ANI desenvolve parceria.
 
Os quatro, bem como aqueles que venceram a edição do ano passado, têm entrada direta para o programa de aceleração em ciência e tecnologia BfK Rise, também da responsabilidade da ANI.
 
Além destes, outros projetos poderão candidatar-se até 15 de novembro.

 

Estão previstas três edições - Norte, Centro e Alentejo - em que os participantes terão ao longo de três meses o acompanhamento próximo de uma rede de mentores, constituída por outros empreendedores, entidades parceiras da ANI, empresas, entre outros.

 

O principal objetivo é capacitá-los de forma a poderem acelerar o processo de transferência de conhecimento em produtos ou serviços para o mercado.
 
 

Fonte: ANI

 

Tem dúvidas?
outros conteúdos
Partilhe o site PT2020
Conheça o portal do Portugal 2020! Apoiamos o seu investimento. O sucesso do Portugal 2020 é decisivo para o futuro do nosso país.
Topo